24.4.08

Necrosofia


"Os mortos olharam com desprezo e disseram:
- Pára de nos falar de deuses, de demónios e de almas.
Sabemos há muito a essência de todas essas coisas"

Carl Gustav Jung
Sete Sermões aos Mortos

Por alguma razão os mortos
calam.

11 Comments:

Blogger sophiarui said...

nem sempre gold... nem sempre...

24/4/08 11:54  
Blogger Silvia said...

Falamos por eles.

30/4/08 00:58  
Blogger Goldmundo said...

Sim, Sophia. Sim, Silvia. Mas.

Há tão pouco a dizer.

30/4/08 15:49  
Blogger Vítor Mácula said...

Bem, não fazia a mínima que o Jung tinha obra com tal sentido e conteúdos... abraço, maister

2/5/08 16:35  
Blogger Narcisse Foucquet de Roussy-Trioson said...

"Os mortos calam"... Por isso é tão ensurdecedor...

Abraço

4/5/08 18:17  
Blogger Goldmundo said...

Vitor, tens que ler. É uma coisa envolta em lenda, mas uma coisa sublime.

"os mortos protestaram em algazarra, porque eram cristãos".

Monsieur de Roussy-Trioson, bem vindo a casa.

4/5/08 23:34  
Blogger andorinha said...

Não sei se calam...
Não falarão entre si?

P.S. Aproveitei a tua dica ao Vítor.
Sou fanática por boas sugestões:)

Beijo.

5/5/08 11:36  
Blogger Vítor Mácula said...

Pois, Abraão também protestou, sob a forma do regateio; e o ímpar Job; etc.

Tenho de dedicar-me um pouco ao Jung, estou a ver ;)

5/5/08 11:42  
Blogger Goldmundo said...

E que dizem quando falam entre si, não é, Andorinha? Pois.

Vitor, é o mais gnóstico dos textos do Jung (julgo que não há dúvidas já sobre a autoria - ele não o publicou, ofereceu em manuscrito a alguns os seus próximos. E assinou "Basilides de Alexandria". Ao que parece, Basilides existiu realmente - mas para mim significa também "o de Basileia" :)

Tens uma tradução medonha em brasileiro, sem acordo ortográfico nem nada, numa daquelas editoras (Cultrix?) que hão-de vir agora à Feira do Livro pela mão da "Centro do Livro Brasileiro" :P. Mas aparece como autor um discipulo do Jung (não me lembro do nome alemão dele...), não o próprio; é um comentário, com o texto integral dos "Septem Sermuones"... (uff)

Oh, tenho que continuar a necrosofia.


E julgo que há na net, mas perdes um interessantíssimo prefácio

5/5/08 14:28  
Blogger Oliver Pickwick said...

Lugar fascinante, fotografia espetacular.
E quem mais poderia saber, senão os mortos? Os loucos, talvez, são os que mais se aproximam destes, pelo menos vislumbram o lado obscuro de todas as coisas.
Um abraço!

6/5/08 05:37  
Blogger Black Dahlia said...

na paz dos mortos vive a felicidade

no desespero dos vivos vivemos todos nos

^^

13/10/08 14:29  

Enviar um comentário

<< Home